Câmara Municipal de Colombo

Estado do Paraná

+ Aumentar fonte | - Diminuir fonte  
Projeto “Quebrando o Silêncio” usa tribuna livre para falar sobre suicídio
No espaço destinado à Tribuna Livre foi apresentado o Projeto "Quebrando o Silêncio".

A convite do vereador Renato Lunardon (PV), a pedagoga Rael Pereira Braz falou sobre o tema suicídio

O vereador Vardão entregou os votos de congratulações ao Senhor Adenilson da Silva Grilo pelos 22 anos de trabalho no comércio local

Durante a sessão ordinária realizada nesta última terça-feira (25/09), no espaço destinado à Tribuna Livre, a convite do vereador Renato Lunardon (PV), a pedagoga Rael Pereira Braz explanou sobre o Projeto Quebrando o Silêncio enfatizando a prevenção ao suicídio.

Em sua apresentação, Rael explanou sobre o projeto, apresentou índices acerca do suicídio, explicou sobre seus mitos e fatos e seus sinais de alerta. “O projeto completa 13 anos e tem como objetivo conscientizar e preparar a sociedade para combater a violência. A cada ano um novo tema é abordado, sendo que o tema escolhido para 2018 é o suicídio. Precisamos estar alertas e atentos a esse tema. Existem quatro sinais de alerta que potencializam o comportamento suicida que são denominados os quatros “dês” (depressão, desespero, desesperança e desamparo). Temos que quebrar as barreiras e o silêncio. Precisamos fazer a diferença. Não devemos ter medo de falar sobre esse tema”, afirmou Rael.

Segundo dados apresentados, no Brasil as taxas de suicídio cresceram quase 63% entre 1980 e 2012. A pedagoga salientou que a cada 40 segundos, alguém comete suicídio ao redor do mundo e, no Brasil, a cada hora, uma pessoa tira a própria vida. Também enfatizou que o suicídio é a segunda maior causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos, perdendo apenas para a violência. No mundo, estima-se que cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida todos os anos.

Ainda de acordo com a convidada, o Centro de Valorização da Vida (CVV) possui profissionais qualificados que realizam apoio emocional e prevenção ao suicídio, atendendo gratuitamente as pessoas que querem e precisam conversar, pelo telefone 188, 24 horas por dia, ininterruptamente. O atendimento ainda pode ser feito pessoalmente (nos postos de atendimento) ou pelo site (www.cvv.org.br), através do chat e e-mail. “Ao contrário do que se pensa, pessoas com tendências a provocar a própria morte querem conversar sobre o assunto. Na maioria dos casos, o suicídio não é motivado pela vontade de morrer, mas sim pelo desejo de se livrar da angústia que atormenta dia e noite”, disse a pedagoga.

Os vereadores fizeram suas considerações a respeito do tema apresentado, parabenizaram a explanação e elogiaram os trabalhos que já estão sendo realizados pelo Projeto “Quebrando o Silêncio”. O vereador Renato Lunardon (PV) agradeceu a presença e a disponibilidade da pedagoga em atender prontamente o seu convite.
O presidente da Casa, vereador Vagner da Viação (PRB) salientou a importância do tema abordado. “Quero agradecer a presença da pedagoga Rael. Esse assunto é de tamanha relevância para a nossa sociedade e no nosso dia-a-dia. Parabenizo o vereador Renato Lunardon pela iniciativa e pelo convite. As portas do Legislativo estão sempre abertas e nos colocamos à disposição”, declarou.

Setembro Amarelo - As campanhas do Setembro Amarelo foram iniciadas em 2014 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) e pela ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) que visam, por meio do esforço coletivo e das organizações engajadas, quebrar tabus que cercam o tema. A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu que a data de 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Para a OMS, de cada dez suicídios, nove podem ser evitados desde que a pessoa seja acolhida e tratada adequadamente. Ainda de acordo com o órgão, cerca de 11 mil pessoas tiram a própria vida no Brasil, a cada ano.
Segundo dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU), 90% dos casos poderiam ter sido evitados, se os sinais claros de pedido de ajuda fossem identificados em tempos e essas pessoas tivessem o encaminhamento adequado para tratar seus problemas emocionais.

Indicações – Foram apresentadas 09 indicações de autoria dos vereadores Eurico Dino (PR), Elcio do Aviário (PSDB), Gilgera (PSDB), Marquinho Berlesi (PSDB), Renato Lunardon (PV) e Thiago de Jesus (PRB). Essas indicações foram encaminhadas à prefeita Beti Pavin (PSDB), à Secretaria de Governo, à Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC) e à Secretaria de Obras e Viação. A íntegra da Ordem do Dia pode ser conferida em
Pauta das Sessões.

Projetos de Lei do Executivo – Também nesta sessão foram divulgados dois projetos de lei do Executivo. O Projeto de Lei do Executivo nº 13/2018 que estima a receita e fixa a despesa para o exercício de 2019 e o Projeto de Lei do Executivo nº16/2018 que institui o Programa de Tratamento Diferenciado de Pagamento de Dívidas Tributárias relacionadas com o IPTU, ISS, ITBI, Contribuição de Melhorias e Taxas do Município de Colombo.
Foi colocado em primeira votação o Projeto de Lei do Executivo nº 14/2018 que autoriza o Poder Executivo Municipal a contratar operações de crédito com a Agência de Fomento do Paraná S.A. Logo após a sessão ordinária foi realizada a sessão extraordinária para que esse mesmo projeto fosse colocado em segunda votação. Por unanimidade de votos esse projeto foi aprovado em ambas as sessões.

Votos de Congratulações Entregues – O vereador Vardão (PSB) entregou esses votos ao Senhor Adenilson da Silva Grilo pelos 22 anos de trabalho no comércio local, no ramo de restaurante e lanchonete.

27/9/2018
ID:164

Câmara Municipal - Rua Francisco Busato, 8005 - Centro - Colombo - Paraná - 83414-290  Fone/Fax (41) 3656-8200  e-mail: camaracolombo@onda.com.br

Anexo da Câmara - Rua Francisco Busato, 8026 - Centro - Colombo - Paraná

Horário de expediente: De segunda a sexta-feira das 8:00 às 17:00 horas