Câmara Municipal de Colombo

Estado do Paraná

+ Aumentar fonte | - Diminuir fonte  

Vereadores da Câmara participaram de palestra sobre o Novembro Azul
Novembro Azul foi o tema da palestra sobre a campanha de prevenção e conscientização sobre o câncer de próstata. Realizar exames periódicos e cuidar da saúde aumentam a qualidade de vida.

Nesta última terça-feira (21/11), no espaço destinado ao Pequeno Expediente na Sessão Ordinária, o vereador Dr. Antoninho realizou uma palestra alusiva ao Novembro Azul para os vereadores e servidores da Câmara Municipal de Colombo.

Torre Eiffel

Da esquerda para a direita – Sr. Norberto Barz, Sra. Solange Virginia dos Santos Silva Pereira, Sr. Robson Bueno, membros da FAMCOL (Fanfarra Municipal de Colombo) receberam os Votos de Congratulações

Depois do Outubro Rosa, iniciativa voltada para a conscientização sobre o câncer de mama, chegou à vez do Novembro Azul, mês dedicado à campanha de combate ao câncer de próstata. Neste mês de conscientização, durante a sessão ordinária, no espaço destinado ao Pequeno Expediente, o vereador Dr. Antoninho ministrou uma palestra para repassar informações relevantes sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Dr. Antoninho falou sobre sintomas, fatores de risco, diagnóstico e exame, prevenção, tratamento e recomendações.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em valores absolutos e considerando ambos os sexos é o quarto tipo mais comum e o segundo mais incidente entre os homens. De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), em 2016 foram estimados 61.200 novos casos. Esses valores correspondem a um risco estimado de 61,82 casos novos a cada 100 mil homens. Em 2013 houve 13.772 mortes. Esses dados servem de alerta e reforçam a importância da população em conhecer e discutir o assunto.

Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas. Quando apresenta, os mais comuns são dificuldade de urinar, sangue na urina, necessidade de urinar mais vezes. Havendo alguns desses sintomas, recomenda-se a realização de exames.

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

O diagnóstico de câncer de próstata é suspeitado após a história clínica, exame do toque retal e da dosagem do antígeno prostático específico (PSA). Dependendo do estágio da doença, as principais opções de tratamento podem incluir cirurgia, conduta expectante, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia, dentre outras. Esses tratamentos podem ser realizados separadamente ou combinados dependendo de cada caso. Hábitos de vida saudável como dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajudam a diminuir o risco de câncer. Nesse sentido são recomendados também a prática de uma atividade física, manter um peso ideal adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

“A alimentação parece ter um papel importante para o desenvolvimento (ou não) do câncer de próstata. A doença é muito mais comum em países onde carne vermelha e alimentos ricos em gordura são consumidos com frequência. A ligação entre a alimentação e o desenvolvimento do câncer não é clara. Porém, acredita-se que o consumo de carne vermelha pode aumentar a produção de hormônios masculinos, o que pode levar ao aparecimento do câncer de próstata. Uma dieta pobre em frutas e vegetais, também, pode ser prejudicial e favorecer o aparecimento desse tipo de câncer”, afirmou o Dr. Antoninho.

Para a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) a hereditariedade é um dos principais fatores de risco para o câncer de próstata. Homens negros têm até 60% mais chances de ter a doença. A indicação é que os homens procurem um médico especializado para monitorar sua saúde e detectar a doença a partir dos 50 anos. Homens negros ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos. Lembrando que os exames devem ser repetidos anualmente. O diagnóstico precoce aumenta a chance de cura em até 90%. Como qualquer outro tipo de câncer, as chances de cura do câncer de próstata dependem do momento do diagnóstico e, sobretudo, do início precoce do tratamento.

“Infelizmente aqui no Brasil e no mundo, ainda há preconceito e tabu por parte dos homens em realizar o exame do câncer de próstata. Em cada 10 homens, 02 tem problema de próstata. O homem precisa se conscientizar que esse exame é benéfico para a sua saúde. A maior dificuldade ainda é convencer os homens a fazerem os exames por conta do preconceito. O correto seria que todos os homens, a partir dos 40 anos, fizessem o exame da próstata. Saliento que o exame de próstata deve ser feito e divulgado. A prevenção ainda é o melhor remédio para combater esta doença”, declarou o Dr. Antoninho.

Votos de Congratulações - O vereador Edson Baggio (PTC) homenageou a Fanfarra Municipal de Colombo (FAMCOL) pela conquista do 1º lugar na categoria de bandas de percussão, 1º lugar na categoria de percussão marcial e 3º lugar na categoria balizas na 26ª edição do Campeonato Paranaense de Bandas e Fanfarras.

O vereador Issa (PTB) enalteceu o Sr. Robson Bueno pela reeleição ao cargo de diretor da Escola Municipal Heitor Villa Lobos.

Os vereadores Anderson Prego (PT) e Thiago de Jesus (PRB) homenagearam o Sr. Norberto Barz por sua presença assídua participações nas sessões da Câmara.

O vereador Vagner Brandão parabenizou a Sra. Solange Virginia dos Santos Silva Pereira pelos relevantes serviços prestados à comunidade.
 

22/11/2017
ID:122

Câmara Municipal - Rua Francisco Busato, 8005 - Centro - Colombo - Paraná - 83414-290  Fone/Fax (41) 3656-8200  e-mail: camaracolombo@onda.com.br

Anexo da Câmara - Rua Francisco Busato, 8026 - Centro - Colombo - Paraná

Horário de expediente: De segunda a sexta-feira das 8:00 às 17:00 horas